sábado, 7 de março de 2009

Origens da Galeria Histórica de São Luiz Gonzaga: Mãe do Atelier de Artes Los Libres

















A foto acima registra a 1ª reunião para tratar sobre a Galeria Histórica de São Luiz Gonzaga. Devido a dificuldade de local e como forma de unificação entre os artistas e o poder público, foi solicitado junto a sra. Margareth Reichert (chefe do setor da cultura da época) para ser feita uma reunião no Centro de Informações Turísticas do município; a mesma concordou e participou da reunião. 
Foi enviado convites a vários artistas da área, para que comparecessem no local. 
Lá numa tarde chuvosa de verão, no dia 1º de Março de 2002 foi exposto aos presentes a intenção de criar galeria homenageando a todos vultos que marcaram nossa cidade.
Onde cada artista, por meio de sorteio, retrataria na sua área artística, um desses vultos marcantes da nossa história. 
A ideia foi aceita por unanimidade.
Estavam presentes no local as seguintes pessoas:
1) Valentin Barcelos(escultor), 
2) Hamilton Borlicher(escultor), 
3) Vinícius Ribeiro(escultor), 
4) Juliana Sott(representando a imprensa-Jornal A Notícia), 5) Margareth Reichert(chefe da cultura da época) e 
6)Arno Schleder(pintor e desenhista); faltou no dia a pintora Márcia Bastos
A foto acima foi feita pelo fotógrafo Sergio Ribeiro. 
De acordo com os nomes escolhidos pelos presentes, foi elaborada lista para homenagear os primeiros vultos. 
O sorteio realizado dentro do chapéu do Arno deu o seguinte resultado: Valentin Barcelos, ficou responsável de realizar escultura em madeira homenageando ao músico Noel Guarany
Hamilton Borlicher, escultura em madeira de Sepé Tiarajú,
Arno schleder pintura em óleo sobre tela de Monsenhor Wolski  
Márcia Bastos, representada no ato por Margareth Reichert ficou responsável de pintar em óleo sobre tela a Jayme Caetano Braun e pegando o último papel:
Vinícius Ribeiro escultura em resina de Luiz Carlos Prestes
Outros nomes de homenageados surgiram e ficaram a cargo(também por sorteio) dos seguintes artistas, que posteriormente foram especialmente convidados: 
César Castro ficou responsável de retratar em desenho a grafite a José Grisólia
Cláudia Morais, pintura a óleo de Senador Pinheiro Machado e finalizando, Jorge Almeida ficou a cargo de retratar em desenho a nanquim a Raymundo Gomes Netto.
Foi sugerido a criação de lei municipal oficializando a galeria. 
A sra. Margareth Reichert sugeriu o nome do sr. João Paulo Jornada para auxiliar-nos, na elaboração do projeto lei, a sugestão foi aceita por todos. 
O sr. João Paulo, elaborou voluntariamente, todo projeto e o mesmo foi encaminhado via sec. de cultura ao executivo e posteriormente para votação na câmara de vereadores, que foi aprovada por unanimidade na data de 25 de Setembro de 2002. Lei de nº 4.008.
A parceria com o município, necessitava de uma entidade, por não possuirmos uma entidade específica, emitimos convite ao Centro de Criatividade São-luizense para ser nosso parceiro na criação dessa lei. 

O que foi prontamente aceito pela direção do centro, com muita naturalidade, pois na verdade a maioria dos artista idealizadores da Galeria Histórica, participavam e participam ainda desta pioneira entidade das artes.
No parágrafo II letra "a" do artigo 2º diz o seguinte texto: 
Cabe ao Centro de Criatividade: a) Indicar as personalidades para compor a Galeria, sendo incumbência do" grupo de artistas plásticos idealizadores do projeto a escolha prévia dos nomes";














Mais adiante falaremos sobre o dia da inauguração da Galeria histórica de São Luiz Gonzaga.


Nenhum comentário:

Postar um comentário